Video of Day


Caravaneiro árabe
Conto: O Rattu foi ao inferno


Certo dia estava nas minhas caravanas noturnas (sonhos), de repente deparei-me com um homem de branco, alto e conversamos. Ele me disse: “Que tal você conhecer o inferno?” Eu sorri e topei. Então ele me disse: “Feche os olhos”. Eu fechei. De repente viajamos em um foguete de ponta fina cheio de luz, ao chegar ao local encontrei um túnel recoberto de zinco, uma espécie de foguete deitado. Ele abriu a porta redonda de aço e entramos. Luz, luz e luz era apenas o que eu via, daí ele mostrou-me um local que parecia uma oficina mecânica, com fornos queimando. Aí ele me disse: “Olhe para aquela sala”. Eu olhei e vi com os meus próprios olhos, pessoas queimando os pés no fogo, cada uma com seu fogo, era um sofrimento terrível. Olhando fixamente eu conheci várias pessoas que ali estavam. Daí eu perguntei para ele: “Por que só tem pessoas que eu conheço”? Então ele respondeu-me: “Cada ser vê seus inimigos, os deuses precisam de proteção para viver no seu período de vida”. Havia muito choro e ranger de dentes, foi quando ele falou: “Está na hora de você partir”. Deixou-me na porta e disse:” Vá e diga ao povo o que você viu no inferno. Só você o conheceu pessoalmente e Jesus também”.
Ass: Ratual

0 comentários:

Postar um comentário