Video of Day

Bruna_Espaço_MulherDeputada Federal Bruna Furlan

A deputada federal Bruna Furlan capitaneou a criação do Espaço Mulher em Barueri, após uma solicitação a presidente Dilma Rousseff, e quer ampliar a ideia em todo o país.

De acordo com a parlamentar, muitas foram as conquistas da mulher na sociedade ocidental, mas ainda há muito a ser feito. A participação política, por exemplo, ainda é muito recente. A mulher só começou a votar em 1932, mesmo assim, só as casadas (com autorização do marido), viúvas e solteiras com renda própria. A revolução industrial facilitou a inclusão no mercado de trabalho, embora com direitos trabalhistas restritos. Só mais recentemente a mulher brasileira começa a acenar para o panorama de conquistas civis.

Com a criação e implantação do Espaço Mulher “Ruth Cardoso”, a Prefeitura de Barueri deve concluir o prédio até o final de fevereiro de 2012. Uma obra que colocará à disposição das mulheres diversas atividades, ações, cursos e apoio ao cooperativismo.

O novo equipamento nasceu das rodas de conversa e reforça o investimento do governo municipal no que se refere à questão da inclusão da mulher na sociedade.

O prédio soma 6.930 m² de área construída. Conforme dicas e sugestões das próprias mulheres, conta com ambientes para assistência jurídica, assistência social, psicóloga, nutricionista, fisioterapia, informática, alfabetização, artes e artesanato, beleza e estética, auditório para 90 pessoas, piscina semi-olímpica, quadra poliesportiva, academia, cyber café, administração, delegacia da mulher, estacionamento, paisagismo, deck, biblioteca, espaço gourmet para aulas, dois elevadores para 12 pessoas e rampas de acesso para pessoas com dificuldades de locomoção. “É um espaço projetado com muito carinho para melhorar a vida das mulheres do nosso município”, destacou a deputada federal Bruna Furlan.

O Espaço Mulher é o resultado de mais de 500 “rodas de conversa” em 2009, envolvendo mais de 2.300 mulheres de todos os segmentos e classes sociais. São opiniões, comentários, críticas, sugestões e muito bate-papo sobre tudo que interessaria às mulheres moradoras do município no Espaço Mulher.

Nas rodas de conversa, as mulheres foram, de fato, ouvidas. O público feminino dessas rodas (realizadas na Secretaria de Ações Sociais e Cidadania, em postos de saúde e bibliotecas, entre outros espaços) foi dividido por idade, escolaridade, renda e ocupação.

Este equipamento confirma o compromisso do governo municipal com a mulher, com políticas públicas voltadas para o universo feminino”, finaliza a deputada.

(Assessoria)

0 comentários:

Postar um comentário