Video of Day

Por Celso Prudente (1)

imageRobson Benta, Dr. Pedro Valdir Amaro Gurgel e amiga.

É inegável que arte é a principal marca da porção existencial na vida da população do município de Embu das Artes. Parece toque de mágica, a cidade já era ungida pela utopia artística do poeta Solano Trindade e do pintor Cássio M’Boy. Tendo em vista que estes estetas criaram o espaço cultural do município, emprestando-lhe a dimensão humanista, que tem sido característica fundamental; no cotidiano da produção da arte e também do comportamento filotécnico, nesta comunidade artística.

A postura irreverente é presente nas diferentes ações em favor das minorias e grupos fragilizados. Nota-se que, a presença de tratadores de animais domésticos que são abandonados é percebida.

Na tradicional e resistente feira de artes na praça, onde o movimento de turistas revela a força de Embu das Artes. Lembra-se que o cuidado com os com os cães é evidente e sério. Esforço especial da conhecida Ana dos Cachorros, que se tornou uma ação, assimilada no conjunto da sociedade, que já faz parte do imaginário da comunidade embuense das artes como um todo.

imageimage

Sergio Ricardo, Dr.Pedro Valdir Amaro Gurgel, Prof.Celso Prudente e Osvaldinho da cuíca.

Constata-se que esta ação em favor dos cães abandonados, no principal marco cultural da cidade, demonstra a consciência de respeito à biodiversidade. Fenômeno que se vê no empenho da localidade em pró do respeito às minorias e grupos fragilizados. A exemplo da efervescência da africanidade, sobretudo no âmbito do cinema. Como é caso do saudoso Bene Silva, fundador do Cine Clube do Embu das Artes, juntamente com o filotécnico Pedro Valdir Amaro Gurgel, que também é o administrador da consagrada MOSTRA INTERNACIONAL DO CINEMA NEGRO.

imageimage

Bene Silva (In Memorian) Professora Eunice Prudente e o Professor Luiz Passos

Com efeito, na oitava edição da Mostra Internacional do Cinema Negro, que teve como o Grande Homenageado o saudoso ator Grande Otelo e também o irreverente compositor e cineasta Sergio Ricardo, premiado com o seu filme de animação Zelão, baseado do histórico sucesso musical Zelão. E para o orgulho do Embu das Artes, o cineclubista e ator consagrado Bene Silva foi laureado, “in memorian”, representado na pessoa economista e professor universitário Pedro Valdir Amaro Gurgel, com a Estatueta Ofó de Xangô, concebida pelo escultor Emanoel Araújo. Na histórica noite de abertura da 8ª MOSTRA INTERNACIONAL DO CINEMA NEGRO. O evento aconteceu no auditório Camargo Guarnieri, na USP- Universidade de São Paulo, entre muitos artistas e intelectuais contou ainda com as presenças notável do filosofo da educação Luiz Passos UFMT – Universidade Federal de Mato Grosso e o ator Robson Benta representando a Semana de Consciência Negra de Joinville – Santa Catarina.

(1) Antropólogo e cineasta. Doutor em Cultura pela USP – Universidade de São Paulo. Curador da Mostra Internacional do Cinema Negro. Professor do Instituto de Educação da UFMT – Universidade Federal de Mato Grosso.

0 comentários:

Postar um comentário