Video of Day

Por Toninho Serapião (*)

 

imageToninho Serapião pré candidato a prefeito PHS Embu das Artes

Coroné: (fala com um cabra) Cabra quando eu estiver em uma reunião à noite, vou botar as mãos na cintura olhar para o céu e dizer: Eita céu estrelado, aí você responde: assim tem meu amo de gado no pasto.

Severina: Olha lá comadre Bastiana o Coroné falando um dos cabra dele.

Bastiana: (fala) É disse que esse Coroné esta acabando com a fazenda, mandou os empregados embora depois de humilhar quatro vezes.

Severina: Arri égua!

Bastiana: Primeiro fez todos os empregados irem em todos os lugares que ele fosse e tinha que assinar lista de presença, mesmo fora de horário de trabalho, quem não soubesse assinar tinha que meter o dedo.

Severina: Meu Deus!!! Meter o dedo aonde?

Bastiana: Na tinta pra ficar uma tal digital.

Severina: Se fosse comigo ele ia ver onde era que eu ia meter o dedo.

Bastiana: Segundo, mandou os empregados fazerem reunião mostrando um tal de DVD falando bem dele, quem não fizesse ele mandaria embora. Disse que era um tal de critério. Terceiro, fez uma reunião e fez todo mundo chorar. Quarto, faltando três dias para a festa dos trabalhadores da fazenda picou o pé no traseiro de todo mundo e o critério sumiu.

Severina: Aí que dó, que dó, que dó, que dó.

Bastiana: E o capataz? Não falou nada?

Severina: O capataz já esta ai a doze anos, já esta caindo os dentes mas não larga o osso. O Coroné não tem coragem de mandar ele embora, dizem que ele sabe coisas do arco da velha, pois não é ele quem leva os recados para o dono dos cavalinhos que carrega o povo.

Bastiana: E os cavalos manga larga?

Severina: Os manga larga só os Coroné e os capatazes tem, dizem que tem uns que vem da Alemanha, da Itália, tudo das zorópa.

Bastiana: (aponta o dedo e fala) olha Lá, olha Lá.

Coroné: Eita céu estrelado.

Cabra: (responde) assim tem meu amo de gado no mato.

Bastiana: se fosse comigo eu ia responder: assim tem meu amo de carrapato nos quartos.

Severina: Comadre eu digo arri e a senhora diz égua.

As duas: (saem gritando) arri, égua, arri, égua, arri, égua,arri, égua, arri, égua........

(*) Toninho Serapião ator, compositor, músico e autor do “Teatro”. Pré candidato a prefeito PHS Embu das Artes

0 comentários:

Postar um comentário